Notícias

29/12/2017

Valores de contribuição para Fundesa terão reajuste

O Fundo de Desenvolvimento e Defesa Sanitária Animal informa que a partir de 1º de janeiro de 2018 os valores de contribuição de produtores e indústrias para a composição do fundo sofrerão reajuste.  A arrecadação dos recursos é feita com base na UPF, Unidade Padrão Fiscal, atualizada anualmente pela Secretaria da Fazenda. A UPF valerá, a partir de 1º de janeiro, R$ 18,8094, um reajuste de 2,94% em relação ao valor de 2017 (R$ 18,2722). 

Cada cadeia tem seus valores, estabelecidos em assembleia geral do Fundesa.  A contribuição é dividida por igual entre produtores e indústrias. Os valores são arrecadados para a composição do fundo, utilizado para investimentos em defesa sanitária animal e indenizações de produtores em caso de ocorrência de doenças indenizáveis. Entretanto, só tem direito à indenização os produtores que estiverem em dia com o Fundesa. O presidente do Fundo, Rogério Kerber, lembra que os valores devem ser retidos e recolhidos pela indústria, "por isso é importante que o produtor confira se os valores estão sendo destinados ao fundo", informa.

No próximo dia 15 ocorre a prestação de contas do último trimestre de 2017 e o fechamento do ano.  Em outubro, no último levantamento, o fundo havia contabilizado mais de R$ 74,3 milhões.  O Fundesa é um fundo privado, criado em 2005, e tem a missão de propor e apoiar o desenvolvimento de ações de defesa sanitária animal, além de garantir agilidade e rapidez na intervenção e indenização em casos de eventos sanitários.

 

Veja a arrecadação para cada item da pauta de produtos do  Fundesa

 

UPF

Bovinos (cabeça)

0,0528

Suínos (cabeça)

0,0186

Aves (cabeça)

0,0001045

Leite (litro)

0,000062

Ovinos (cabeça)

0,0186

Ovos (dúzia)

0,000080

 

Veja lista completa